Degustação de Chás gourmet e estilo de vida.

 
 

16/07/2014

A Arte da Aromatização nos Chás: Aromas Naturais e Artificiais (Parte 3)

O mundo dos sabores é ilimitado e praticamente mágico para aqueles que gostam de desafiar seu paladar. A necessidade de misturar os aromas e descobrir novas combinações é instigante até mesmo no mundo dos chás. Existem algumas maneiras de adicionar outros sabores aos chás originais: o antigo método de Perfumação feita pelos chineses, a bela amarração dos Chás Display também de origem chinesa e os modernos métodos que utilizam a adição de aromas naturais ou artificiais às folhas do chá. Veremos estes processos detalhadamente em uma série de artigos. Este é o último artigo da série, onde falaremos da Aromatização Natural e Artificial nos chás.




Amplamente utilizado na indústria, os aromatizantes vêm ganhando o mercado nos últimos séculos. Eles estão presentes em muitos alimentos e bebidas, e não seria diferente no mundos dos chás aromatizados. 

O principal objetivo na aromatização natural/artificial dos chás é entregar, além do sabor do chá em si, os outros sabores prometidos (geralmente de flores, frutas, etc.). O chá é um produto que é perfeito para aromatização visto que sua apresentação em estado seco facilita a absorção de outros aromas. Muitas vezes é utilizado um chá com personalidade como base, o preto é o preferido neste sentido, e outros ingredientes são adicionados. Para conseguir balancear tantos sabores de forma desejada nem sempre a forma natural dos ingredientes é suficiente para se impor (além de terem uma vida de prateleira menor), e temos o fator custo - aromas artificiais são eficientes e mais baratos nos dias de hoje. Mas cabe ao Mestre de Chás ou Tea Designer decidir que tipo de aromatização ele deseja em seu produto final.

Vamos explicar cada tipo de categoria dentro do mundo dos aromas logo abaixo.


Aromas Naturais

São os aromas obtidos a partir de origem animal ou vegetal, através de processos físicos, microbiológicos ou enzimáticos.
Exemplo: em matérias-primas (frutas e seus sucos, vinhos, vinagres, queijos, ervas, etc.), em produto (infusões, extratos, óleos essenciais, óleos-resina, extrato de baunilha, etc.), em substância (mentol, vanilina, etc.).

Bioaromas (considerado um Aroma Natural, sem valor nutricional)
São aromas obtidos através de fermentação de fungos - são mais de 3000 mil microrganismos entre fungos, bactérias e leveduras -, extraídos em laboratório, formando compostos com sabores conhecidos.

Infusão somente com ingredientes naturais. Foto: Wikipedia


Aromas Sintéticos

Os aromas sintéticos são formados por substâncias químicas (ésteres, ácidos, cetonas, etc.), que não têm importância nutricional em um alimento por serem utilizados em quantidade mínima. Veremos abaixo suas modalidades.

Aromas idênticos aos Naturais 
São os aromas obtidos através de reações químicas em laboratório - a partir de matéria-prima de origem animal ou vegetal -, possuindo as moléculas idênticas ao seu correspondente em aroma natural.
Exemplo: vanilina sintética.

Aromas Artificiais 
São aromas obtidos através de reações químicas em laboratório, onde o resultado são moléculas que não existem na natureza (em origem animal ou vegetal), preparados para o consumo humano.
Exemplo: etil vanilina.

Chá preto e especiarias aromatizado artificialmente com abórora. Foto: Wikipedia


Aplicação de aromas nos chás

Existe o que chamamos de Inclusão nos chás aromatizados que é a adição de pedaços de frutas, flores, ervas, etc. em sua composição. Neste método apenas esses ingredientes externos garantiriam a adição de sabores mas também é muito utilizado como simples atrativo visual.

Em outro método os chás podem ser cobertos por extratos naturais ou aromas sintéticos (por borrifação) e assim ganhar sabores adicionais. A proporção utilizada em geral é de 0,5% a 5% de agentes para o peso total do chá utilizado.

No site Nature Flavors, há compostos naturais para aromatização de chás

Muitas vezes em um chá aromatizado utiliza-se os dois métodos acima, para reforçar os sabores quando há variação da intensidade dos mesmos, garantindo sua homogeneidade na hora da venda.

Selecionei alguns vídeos que mostram o processo de aromatização nos chás:

No vídeo abaixo vemos um blend da marca Adagio sendo aromatizado com borrifação e em seguida feita a inclusão de frutas secas.


No vídeo abaixo, o blend Victorian Earl Grey da marca Vail é feito em uma máquina mais antiga, com um processo mais manual.


No vídeo abaixo vemos o equipamento moderno da Harney and Sons, para produzir grande quantidade de chás aromatizados.



Os chás aromatizados têm um grande público por serem mais fáceis de se consumir. Explico: são sabores marcantes e muitas vezes comuns em nosso dia-a-dia e por isso mais facilmente aceitos - diferente dos chás puros onde suas notas aromáticas são mais suaves e é necessário um paladar mais aguçado para sua apreciação. Na Europa há um grande mercado deste tipo de chá, feitos com muita qualidade e ingredientes selecionados. De modo geral, encontramos no mercado diferentes faixas de preço para chás aromatizados. Alguns apresentados em sachês utilizam chás de qualidade inferior, geralmente mascarados com os aromatizantes enquanto os de casas de chás especializadas possuem ingredientes mais íntegros, proporcionando uma experiência mais prazerosa. Cabe a cada um escolher que tipo de chá aromatizado gostaria de colocar dentro do seu corpo, por isso sempre pesquise a respeito e pergunte a origem dos ingredientes antes de uma compra.

Curiosidade: Esbarrei neste site que permite que você monte seu próprio chá aromatizado, escolhendo os aromas que você gostaria. Lembrando que uma experiência caseira também é super bem-vinda caso você tenha acesso à ervas/frutas/flores secas, ou especiarias, misturando às folhas de chá na hora da sua infusão (no caso você também pode utilizar óleos essenciais ou aromatizantes, respeitando a proporção sugerida anteriormente neste texto).

Como estamos tratando do campo alimentício, com produtos químicos, existem regras de utilização industrial destes componentes. No Brasil, as normas de sabores artificiais são controladas pela ANVISA e vocês podem ler suas definições neste artigo.

Eu tenho uma paixão natural pelos chás puros mas venho encontrando espaço para os blends aromatizados quando estes me proporcionam experiências únicas e significativas de sabor, dando preferência para os sabores com origem natural. Cada chá tem o seu momento certo e desejo muitos sabores de qualidade à todos!


*Fontes que utilizei na pesquisa dos artigos desta série:
https://www.peonyts.com/what-is-scented-tea-aka-huacha/
http://www.sevencups.com/tea_shop/Scented_Tea/
http://teaguardian.com/what-is-tea/modified-tea-scented-tea-nature.html#.U2GDCvmwJTY
http://www.esgreen.com/info/the-process-of-making-jasmine-scented-tea/
http://shangtea.wordpress.com/2011/10/20/scenting-blending-and-flavoring-tea/
http://www.taotealeaf.com/traditional-jasmine-green-tea-scenting-process/
http://www.ateatime.com/the-process-of-making-jasmine-scented-tea/
http://www.tealaden.com/flowering_teas/tea_drops.htm
http://www.inpursuitoftea.com/category-s/66.htm
http://www.teavana.com/tea-info/the-art-of-blooming-tea
http://www.sevencups.com/tea_shop/Display-Teas/
http://www.artisan-tea.com/news/History-and-Origins-of-Blooming-Tea-24.html
http://voices.yahoo.com/the-history-blooming-flowering-tea-6410066.html
http://www.numitea.com/pure-tea/tea-tutorial/
http://www.teaclass.com/lesson_0201.html
http://www.accessdata.fda.gov/scripts/cdrh/cfdocs/cfcfr/cfrsearch.cfm?fr=101.22
http://en.wikipedia.org/wiki/Flavor
http://www.sigmaaldrich.com/technical-documents/articles/white-papers/flavors-and-fragrances/natural-flavor-ingredients-regulations.html
http://portal.anvisa.gov.br/wps/wcm/connect/fe3d62804e249cdfaf02bfc09d49251b/Anexo+RDC+2.pdf?MOD=AJPERES
http://www.insumos.com.br/aditivos_e_ingredientes/materias/88.pdf
The Story of Tea, A Cultural History and Drinking Guide; Mary Lou Heiss e Robert J. Heiss, 10 Speed Press

* Este artigo é o fruto de um trabalho de pesquisa séria, que me toma bastante tempo e que faço com o maior prazer. Caso você queira reproduzí-lo na íntegra ou fazer alguma citação do seu conteúdo, por favor, entre em contato e nunca se esqueça de colocar os créditos para o meu site. 
Agradeço pela consideração.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

4 comentários:

  1. Cara Yuri,

    Como você classificaria os chás vendidos pela "Chá YÊ!"? Eles são aromatizados natural ou artificialmente?

    Atenciosamente,

    Edgar Borges Júnior.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Edgar, a maioria dos chás da Chá Yê é puro, portando não há aromatização.
      Sendo algum com mistura, o melhor é perguntar a eles próprios!
      Abraços!
      Yuri

      Excluir
  2. Olá, Yuri!
    Muito obrigada por esta série de artigos. Foi uma pesquisa completa e super interessante!
    Beijos, Aline.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga Aline!
      Muito obrigada por acompanhar as matérias!
      Beijos grandes!!!
      Yuri

      Excluir

INSTAGRAM @chaarteevida

Escola de Chá Embahú

Comentários Recentes

Receba as atualizações por email

Este símbolo indica conteúdo em língua inglesa
♦♦ Este símbolo indica conteúdo em língua francesa
♦♦♦ Este símbolo indica conteúdo em língua japonesa
Este símbolo indica conteúdo em língua espanhola


Arquivo do blog

Siga-me!

InstagramFlickrFacebookFeed RSSFlickrTwitter Feed RSS
 
| Início | Sobre a Autora | Entre em Contato | Escola de Chá Embahú |

Design e Fotos por Yuri Hayashi.
"Chá & Poesia" - Todos os direitos reservados, 2008®, 2009®.
"Chá, Arte e Vida!" - Todos os direitos reservados, de 2010® a 2016®.