Degustação de Chás gourmet e estilo de vida.

 
 

06/05/2014

A Arte da Aromatização nos Chás: Perfumação (Parte 1)

O mundo dos sabores é ilimitado e praticamente mágico para aqueles que gostam de desafiar seu paladar. A necessidade de misturar os aromas e descobrir novas combinações é instigante até mesmo no mundo dos chás. Existem algumas maneiras de adicionar outros sabores aos chás originais: o antigo método de Perfumação feita pelos chineses, a bela amarração dos Chás Display também de origem chinesa e os modernos métodos que utilizam a adição de aromas naturais ou artificiais às folhas do chá. Veremos estes processos detalhadamente em uma série de artigos. Neste primeiro, falaremos da Perfumação.




Pérolas de Jasmim que recebem o método de Perfumação. Foto: teasun.com.au

O Método de Perfumação

A história conta que sua consagração foi herança da Dinastia Yuan (por volta de 1260-1368 DC), onde a China sob o comando dos mongóis e suas pesadas refeições, precisavam de chás com sabores mais proeminentes para acompanhá-las. Os chás com este método tiveram grande difusão ao norte do país.

O processo de Perfumação nos chás (também chamado por Scented Tea, Flower Tea, Fragrant Tea, Hua Cha) consiste da secagem das folhas da Camellia sinensis em conjunto com flores de alguma espécie para que absorvam seus aromas. Os tipos mais utilizados neste processo são os chás verde, oolong e preto com as flores de Osmanthus, Jasmim, Laranja, Gardênia, Rosa, etc.

Campo de Jasmim para fabricação de chás. Foto: Zuiyou Tea

No caso do chá verde, o mais famoso exemplo é a adição de jasmim para sua Perfumação. Durante a primavera é feita a colheita do chá verde de alta qualidade e ele é guardado durante meses até a floração do jasmim. A colheita da flor é feita com os botões ainda fechados e posteriormente são misturados às folhas do chá verde - alguns esperam que os botões comecem a abrir naturalmente (elas tendem a abrir durante a noite) para misturar às folhas enquanto outros simulam a temperatura ideal para o desabrochar das flores e então fazem a mistura. É importante que os botões estejam fechados pois assim eles seguram o aroma total da flor e ao abrir em meio as folhas do chá, estas recebem a maior quantidade possível de perfume. O ideal para qualidade premium deste chá é em média 1 kg de folha para 1 kg de jasmim, divididos em sessões de proporções diferentes de folha e flor para maior controle no resultado final.

Fazendo as camadas de jasmim sobre o chá verde. Foto: taotealeaf.com

A mistura das flores com as folhas é feita em camadas e após horas absorvendo seus perfumes, os botões são retirados da mistura (manualmente ou com máquina - é dito que o melhor chá desta categoria não pode conter as flores no produto final por questões de diferenças no preparo e conservação), o chá é seco, testado e de acordo com o nível de aromatização este processo pode se repetir novamente (até 6-7 vezes) até atingir seu sabor ideal.

Neste processo de Perfumação encontro o que considero a aromatização de maior qualidade pois é totalmente natural e a sua fabricação como um todo, envolve muito trabalho e chega a um resultado muito especial: chás delicados, aromáticos e frescos. Como a maioria dos chás, ele possui graduação de qualidade (folhas x quantidade de Perfumações; alguns recebem poucas Perfumações, outros reutilizam as flores em chás de menor qualidade, alguns misturam a Perfumação com aromatização artificial, etc.), o que determina o quão bom é o produto final - por isso, confira e pergunte todas as informações antes de uma compra.


[ continua... ]


* Este artigo é o fruto de um trabalho de pesquisa séria, que me toma bastante tempo e que faço com o maior prazer. Caso você queira reproduzí-lo na íntegra ou fazer alguma citação do seu conteúdo, por favor, entre em contato e nunca se esqueça de colocar os créditos para o meu site. 
Agradeço pela consideração.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

6 comentários:

  1. Adorei o artigo e as imagens!!!
    A pausa para saborear uma xícara de chá vai ficando cada vez mais poética...
    Um grande beijo, Aline.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querida Aline, obrigada pela sua mensagem!
      E viva o chá e a poesia!
      Beijos!!!
      Yuri

      Excluir
  2. Olá,

    Eu fiquei com uma dúvida!
    No artigo você menciona que o Chá verde é colhido meses antes da floração do Jasmim. Como eles evitam a decomposição ou fermentação natural que ocorre nas folhas durante esse período?

    Ansioso pela parte II
    Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Daniel!

      O chá verde já é processado. Quando é misturado às flores, ele está quase pronto, faltando somente a secagem final devido a umidade das flores.

      Abraços!!!
      Yuri

      Excluir
  3. Olá. Você sabe qual tipo de aromatização ocorre nos blends fornecidos pela TalChá e Amigos do Chá? Grato e super-parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Eric!

      Caso não haja na descrição do produto, o mais preciso é perguntar aos fabricantes pois dependendo do blend pode mudar muito e uma única resposta não caberia aqui. Pode-se também haver mais de um tipo dependendo.
      Muito obrigada pela sua mensagem!

      Abraços,
      Yuri

      Excluir

INSTAGRAM @chaarteevida

Escola de Chá Embahú

Comentários Recentes

Receba as atualizações por email

Este símbolo indica conteúdo em língua inglesa
♦♦ Este símbolo indica conteúdo em língua francesa
♦♦♦ Este símbolo indica conteúdo em língua japonesa
Este símbolo indica conteúdo em língua espanhola


Arquivo do blog

Siga-me!

InstagramFlickrFacebookFeed RSSFlickrTwitter Feed RSS
 
| Início | Sobre a Autora | Entre em Contato | Escola de Chá Embahú |

Design e Fotos por Yuri Hayashi.
"Chá & Poesia" - Todos os direitos reservados, 2008®, 2009®.
"Chá, Arte e Vida!" - Todos os direitos reservados, de 2010® a 2016®.